Recomenda-se:

Netscope

Monday, April 8, 2013

Manias minhas: a incontornável camisa branca

                                 
                  


A camisa é uma das minhas peças-chave. De corte masculino (ou mesmo roubadas ao armário do "inimigo") de camponesa, engomadas, enrugadas, justas, largas, à pirata...  não sei dizer quantas tenho, mas uma coisa garanto: reservo um espaço grande  só para os exemplares imaculadamente brancos (as outras cores têm o seu próprio lugar) . Tal como o Pequeno Vestido Preto e o trench coat, vulgo gabardina, a camisa branca é um básico indispensável, mas também uma pequena obsessão minha. Nunca tenho demasiadas, pois poucas peças são tão versáteis e comprometem tão pouco a correcção de uma toilette. Os truques de styling que surgiram, ou reapareceram, nos últimos dois anos, permitem uma variedade ainda maior no uso que se lhes dá, tornando mesmo possível substituir a t-shirt (outro básico) ou a blusa que pode ser, por vezes, mais formal ou exigente na hora de combinar. 


                                                   


 A camisa é como uma tela em branco: podemos usá-la por dentro de calças cigarrette, soltas ou boca de sino de cintura subida ( prolongando a vida das camisas que encolheram apesar dos nossos melhores esforços) para um visual sofisticado; possibilitam usar com estilo, e sem comprometer o bom ar, peças algo extravagantes, como os jeans com aplicações ou saias /calças de couro; solta, sobre umas calças skinny escuras, só precisa de um bom par de sapatos, uma clutch elegante e um bâton que se veja para um visual inegavelmente cool; coordenada com saias de grande efeito e uns pumps, faz uma toilette que cai bem em eventos de relativa formalidade, sem o peso de um vestido ou fato; se estivermos em modo preguiçoso, basta adicionar um cinto bonito e uma saia lápis...as possibilidades são inúmeras. A camisa branca pode ser feminina ou andrógina, poderosa ou romântica: ícones como Grace Kelly, Audrey Hepburn ou Marilyn Monroe juravam por ela, e se está bem para senhoras assim...está bem para nós, I guess.


8 comments:

lena said...

Adoro e tenho. Concordo, é mesmo um básico o guarda-roupa.
Beijinhos grandes.

Imperatriz Sissi said...

É um acto de sensatez ter várias! Beijinho

A Bomboca Mais Gostosa said...

Peça chave, sem dúvida! Tenho duas ou três básicas e não dispenso, sempre que uma acaba por ficar gasta, renovo o stock ;)

Dulce said...

É uma peça essencial, sem dúvida. Porém, tendo em conta o meu tipo de corpo - largo em cima, estreito em baixo - não é a peça que melhor me fica. Ainda assim, não prescindo de uma quantas no meu guarda-roupa.

O Sexo e a Idade said...

Resmas de camisas brancas no meu roupeiro!
Para mim nunca são demais (já o mais que tudo pergunta sorrindo "outra camisa branca?)!
:DD

Imperatriz Sissi said...

Eheheh...cá em casa seria anedótico perguntar coisas do estilo " onde está a minha camisa branca?" logo, compreendo o mais que tudo na perfeição! Uma pessoa não resiste...são tão branquinhas e lisinhas...

Imperatriz Sissi said...

Dulce, é uma questão de as escolher em modelos menos volumosos, sem enfeites nos ombros, e usá- las por dentro das calças (claras, por exemplo)ou com saias algo amplas, para equilibrar a figura.

caracois indomaveis said...

A parte de passá-las a ferro é que me provoca dor de cabeça...

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...