Recomenda-se:

Netscope

Saturday, April 13, 2013

Tendências que ainda vamos a tempo de usar...ou abusar

                                   
Não sei se vos acontece, mas imagino que eu não seja a única. A cada nova temporada analiso as tendências uma por uma, escolho as que têm mais a ver comigo, as novidades que me surpreendem pela positiva ("tenho de comprar algo assim") as que respondem a uma necessidade ("que bom, vai haver isto nas lojas - ando sempre à procura deste modelo e nunca encontro; vou abastecer-me") e as que permitem compor toilettes com peças que já tenho, ou que estão novamente em voga, ou simplesmente que trouxe para casa e ali ficaram à espera de uma oportunidade. Depois, as exigências do quotidiano, a nossa disposição/preguiça/necessidade de segurança ou as ocasiões acabam por ditar o que realmente levamos à rua, e algumas das tendências que mais nos entusiasmaram vão sendo adiadas. Por vezes, adiamos tanto que acabamos por deixar no armário algumas coisas que gostaríamos de vestir: porque fica demasiado frio/calor, ou porque  (mesmo para quem tem gostos clássicos) certos looks parecem algo datados ou dão demasiado nas vistas, se forem usados quando não estão na berra. A meio de uma crise de criatividade, e a dar uma volta pelo closet, reparei que ainda vamos a tempo de tirar partido do dinheiro e/ou tempo investido. Basta ter capacidade de adaptação, olho, e sair um bocadinho da zona de conforto: 


 Veludo e Brocado
Falei bastante da tendência barroca no Inverno passado, mas não usei, nem de perto nem de longe, todas as peças que tenho dentro desse género- o que é uma pena, pois embora sejam  intemporais é mais interessante tirar partido delas quando estão em voga. Apoiado na tendência oriental ou associado aos brilhos e metalizados que vão fazer sucesso na Primavera o brocado continuará a ver-se, e já não está limitado a ocasiões de grande formalidade. Pode aplicar-se a um traje social mais descontraído, e há mesmo quem se atreva a usá-lo em looks casuais. Pessoalmente, reservo-o para a depois do pôr-do-sol, mas sem a conotação pesada do costume. O mesmo vale para o veludo - que ainda podemos empregar em looks witch rock ou usar em peças leves (como as saias lápis) enquanto os dias não aquecerem muito.














                                                             As peles

Nos primeiros dias de Primavera - particularmente na Primavera invernosa que temos tido - ainda é possível dar uso aos chapéus, acessórios ou mesmo casacos de pele. Estes últimos, alguns de grande efeito (e eventualmente, roubados ao armário da avó) têm sido vistos na rua, quer a acompanhar looks para a noite ( na senda do ladylike e em looks boho) quer sobre jeans, com o ar mais não-te-rales à face da terra, em plena luz do dia. Enquanto houver frio...


                   

                

O tweed
Os looks clássicos vieram para ficar e poucas coisas são tão versáteis como o estilo inglês. O tweed, nomeadamente em casaquinhos, é uma das formas mais práticas de fazer a transição para a Primavera, quando os dias ainda não decidiram que cara vão ter- em visuais para trabalhar ou em combinações mais arrojadas.












 
           
                   









2 comments:

a mulher certa said...

Estes tipo de posts sao os meus preferidos!

lena said...

Boas dicas. Eu gostei muito do primeiro vestido. Gosto muito de veludo e brocado.
Bom fim de semana e beijinhos grandes.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...