Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, November 13, 2013

Joana Vasconcelos + Dior...mas pouco.

                                                     
Vamos por partes: não posso estar mais orgulhosa por ver uma artista portuguesa em destaque numa importante exposição parisiense - de mais a mais, uma exposição dedicada ao meu ai Jesus, Dior. You go, girl. Aplauso. A arte deve ser marcante, arrojada, elegante, espectacular - e o seu trabalho é isso tudo. Se andar lado a lado com a moda, tanto mais fabuloso para mim.
 Mas não posso deixar de notar dois detalhes (e como sempre, o Diabo está nos detalhes). 
 Joana Vasconcelos teve a rara distinção de produzir uma escultura para a lendária maison. Foi retratada ao lado de Natalie Portman, rosto da Casa. A actriz vestiu Dior, comme il faut. E Joana Vasconcelos, bem...teve o movimento (decerto bem intencionado e patriótico) de usar para o evento um vestido de Filipe Faísca. Ora, aqui temos uma quebrazinha de protocolo: primeiro, num acontecimento social organizado por dada griffe não sendo obrigatório, é simpático e coerente luzir qualquer coisinha da marca anfitriã. Não sei se a gaffe, se é que lhe podemos chamar isso, foi da artista (creio-a well bred o suficiente para não ignorar essa sensibilidade) se de algum patrocinador, se do generoso patriotismo de querer promover um designer português, se dos organizadores do evento, que não lembraram ou não ofereceram.  Segundo, há um lugar e uma ocasião para tudo, até para promover a moda portuguesa em Paris - e sou franca, não sei se Joana Vasconcelos e Filipe Faísca prestaram um grande serviço um ao outro com este vestido que  (bonito e de acordo com o estilo de Joana Vasconcelos, note-se) não é o mais favorecedor para a silhueta da escultora. 
 Em suma, arrisco dizer que um vestido Christian Dior teria sido muito mais adequado - além de seguir o que manda o figurino, não há nada como Dior para favorecer curvas e contracurvas de todos os tamanhos. Isso sim, era perfeito.


4 comments:

Sara Silva said...

A primeira vez que vi a fotografia até achei graça à vestimenta dela, mas ao olhar uma segunda vez pareceu-me mais uma mascote do evento do que propriamente uma das protagonistas...
Beijinhos *
eighteen and a life

Sara Chaves said...

Só de olhar para isto.. Quero-me esconder! Que horror de laço :/
Mimalhices Diárias Blog

Pedro Morgado said...

Boa noite cara.. Jessi? Após ler o seu comentário, clara e visivelmente vinda duma grande e reconhecida especialista em Arte contemporânea e em moda, não posso deixar de, e aproveitando a sua expressão, lhe dizer que de facto o diabo vive nos detalhes... Pois antes de escrever deveria ter procurado ver mais que uma imagem da Joana no evento e não apenas esta. Assim sendo perdeu a hipótese de ter reparado nos sapatos da artista plástica.... Q eram DIOR. E na ligeiramente óbvia homenagem que ela presta usando um laço... DIOR num rosa DIOR. Pura distração obviamente já que domina claramente a moda. Quanto a silhueta sugiro o seguinte.... Conhecedora da compleição física da senhora e de silhuetas seguramente tem imensas sugestões válidas e criativas que poderá sempre endereçar pessoalmente ao estilista em questão uma vez que é português e creio que não será difícil de chegar a ele. Quiçá até arranjar um emprego como consultora no dito atelier ou engrossar a vasta equipa da Joana usando para isso os seus iguais e amplos conhecimentos de arte. Terei o maior prazer de fazer a ponte entre a Jessi e algum deles ou ambos. E quanto a Portman sendo uma das imagens da marca não poderia vestir outra. É a propósito Jessi os estrangeirismos deixaram de estar na moda desde Eça de Queiroz.. Atentamente

Pedro Morgado said...

Boa noite cara.. Jessi? Após ler o seu comentário, clara e visivelmente vinda duma grande e reconhecida especialista em Arte contemporânea e em moda, não posso deixar de, e aproveitando a sua expressão, lhe dizer que de facto o diabo vive nos detalhes... Pois antes de escrever deveria ter procurado ver mais que uma imagem da Joana no evento e não apenas esta. Assim sendo perdeu a hipótese de ter reparado nos sapatos da artista plástica.... Q eram DIOR. E na ligeiramente óbvia homenagem que ela presta usando um laço... DIOR num rosa DIOR. Pura distração obviamente já que domina claramente a moda. Quanto a silhueta sugiro o seguinte.... Conhecedora da compleição física da senhora e de silhuetas seguramente tem imensas sugestões válidas e criativas que poderá sempre endereçar pessoalmente ao estilista em questão uma vez que é português e creio que não será difícil de chegar a ele. Quiçá até arranjar um emprego como consultora no dito atelier ou engrossar a vasta equipa da Joana usando para isso os seus iguais e amplos conhecimentos de arte. Terei o maior prazer de fazer a ponte entre a Jessi e algum deles ou ambos. E quanto a Portman sendo uma das imagens da marca não poderia vestir outra. É a propósito Jessi os estrangeirismos deixaram de estar na moda desde Eça de Queiroz.. Atentamente Pedro Morgado

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...