Recomenda-se:

Netscope

Monday, November 11, 2013

O high low fashion está em decadência? I think not.



Dizem este e este artigo  que as marcas de moda mid range estão a roubar espaço tanto às cadeias high end ou fast fashion ( Zara, H&M, Primark, etc) como às casas de high fashion (Prada, Fendi...). O foco dos consumidores está a mudar e as pessoas preferem investir um pouco mais numa peça supostamente de melhor qualidade (e mais exclusiva) em vez de gastar com maior frequência nas constantes novidades da Zara - ou, no outro extremo, comprar mais quantidade ao invés de canalizar milhares de euros para artigos de luxo.
 To each its own: pessoalmente, sou pelo high-low fashion, com um guarda roupa que é uma mistura de roupas/calçado de designer, vintage e alguns básicos comprados nas Zaras da vida. A constante novidade apresentada pelas cadeias de fast fashion não me seduz, nem acho que abusar dela seja um bom investimento - até porque entre edições especiais e outras invenções, as marcas "acessíveis" já apresentam preços a competir com as concorrentes mid range, se não mais. 
 No entanto, sabendo procurar é mais vantajoso ficar nos extremos: acessível ou luxo. 

Por um lado, as casas de fast fashion têm várias linhas, e em algumas trabalham com materiais de qualidade como seda ou pele. Por outro, para gastar dezenas de euros num vestido ou num casaco de gama média que não é tão diferente de um produto Zara como isso (Karen Millen, a extinta Tintoretto, Hugo Boss ou Adolpho Dominguez, estas já no entry level naquilo que a "luxo" diz respeito, são das poucas que me ocorrem com diferencial e apelo suficiente para justificar investir numa etiqueta que não é carne nem peixe). 

Prefiro reservar as compras para algo que seja de facto especial, em que se veja realmente a diferença. Then again eu não posso falar por toda a gente, porque em todos os aspectos da vida sou um pouco "tudo ou nada, oito ou oitenta" e a noção de "caro", "barato" ou "bom investimento" dependem muito da sensibilidade e prioridades individuais. E vocês? Preferem viver no limite ou a aurea mediocritas no que concerne ao vosso armário?

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...