Recomenda-se:

Netscope

Thursday, October 30, 2014

Momento anti Pateta Alegre do dia.



"I got headaches and toothaches, 
and bad times too like you..."
 Berger, "Hair"

Há dias em que temos o toque de Midas...e há dias em que temos o toque de Treta: tudo o que se toca explode ou transforma-se em porcaria.

Não há outro remédio a não ser aceitar o facto, assumir que não se acerta uma, que a culpa só pode ser dos astros, andar com paciência (e cuidado extra) e esperar pela manhã seguinte. Usar o pensamento positivo não funciona em alturas dessas, a não ser que se considere a fórmula  "amanhã é outro dia" como um tipo de pensamento positivo.



      Se acordámos com o Toque da Treta (ou pior, Toque da Treta em modo turbo) há que ser humilde: humilde para oferecer esses aborrecimentos passageiros em penhor dos nossos pecados (ou para quem prefere essa linguagem, para pagar mau karma) porque pecados e mau karma todos temos, ainda que sejam pecadilhos e karmazito (vulgo desejar, no auge do desespero, que aquela pessoa malvada fique afónica para não aborrecer ninguém, por exemplo). E humilde para reconhecer que não somos sempre o máximo. Os dias maus ajudam-nos a ganhar resistência e a saber apreciar os dias bons. 
 Em última análise, ter sempre o Toque de Midas não é necessariamente uma virtude: easy comes, easy goes. Basta lembrar o mito do Rei Midas, que mesmo com o toque do dito não fazia senão disparates...e até umas orelhas de burro arranjou. Sorte sem sabedoria não é nada.


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...