Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, August 9, 2017

Temos de falar sobre estes correctores e este blush. MESMO.


Como sabem eu costumo ter uma certa preguiça de falar em cosméticos, por isso só escrevo alguma coisa sobre isso quando descubro um produto milagreiro. Pois bem, desta feita são dois! Ou antes, três.

As nossas necessidades de maquilhagem evoluem connosco. Neste caso, eu nunca tinha dado grande importância ao corrector. Tive sempre vários correctores e iluminadores (líquidos, em stick e em creme, de marcas profissionais ou luxuosas e das mais acessíveis) mas era algo básico e elementar a que não dava aquela importância- e até era capaz de passar sem isso, principalmente quando usava uma base com maior cobertura.

A situação mudou quando comecei a ter horários estranhos (e.g., levantar às quatro da matina várias vezes por semana) e mais responsabilidades em casa. Mesmo tentando compensar o sono, às vezes fica-se com um ar cansado e não há cremes que valham. 

Foi então que comecei a demanda pelo corrector perfeito

Foi preciso testar muitos, investir nuns quantos (incluindo Chanel e Elizabeth Arden) mas a busca só terminou com duas maravilhas da Benefit: o Boi-ing e o Fake up!


Ambos fazem o truque de nos deixar com um ar fresquíssimo e relaxadíssimo, mas sobre o primeiro não me vou alongar: o Boi-ing é um corrector em creme com uma cobertura excelente ("industrial", diz a marca) e que se mantém o dia todo, além de ser confortável de usar. Tudo dito.



Já o Fake up! é um corrector em stick metade pigmento, metade creme de olhos carregadinho de Vitamina E, que é um prodígio. Apesar de ter uma cobertura *supostamente* leve, esconde tudo (olheiras, olhos papudos, manchinhas...) ilumina a zona e eu poderia jurar que não só disfarça os olhos cansados, mas trata mesmo a pele. 

De qualquer modo, é a coisa mais agradável que já experimentei no contorno dos olhos. Não repuxa, espalha-se lindamente sem precisar de grandes mexidelas nessa área tão sensível (e já vos contei como sou ultra cuidadosa com isso, porque acho O FIM ver mulheres com pés de galinha antes do tempo) e dá boa cara em dois segundos.

 Maravilhoso, maravilhoso, maravilhoso, chic a valer - vale cada cêntimo.



Devo dizer que foi uma surpresa para mim, porque tenho uma relação on/off com a Benefit- por vezes é um pouco overrated: alguns dos seus produtos valem pela inovação e pela embalagem bonitinha, mas não são assim tão extraordinários que justifiquem o preço.

 No entanto (também, isto acontece na maioria das marcas...) quando fazem um produto bom, é realmente bom.

Infelizmente, ao que parece em Portugal não está disponível em cada esquina, mas encontra-se na Sephora ou na Fapex...e prometo que vale a pena ir lá de propósito ou encomendar.


Agora, sobre o blush Sleek: não vou falar de um blush específico desta marca, porque tenho vários - e até já me desfiz de alguns com pena, porque não eram a cor certa para mim...mas AQUELA TEXTURA!!! 

Já por aqui comentei várias vezes que sou esquisita com o blush, mas os da Sleek nunca falham e, sendo uma marca bastante acessível, acho-os superiores a outros mais luxuosos, mesmo os célebres Nars. É que são o equilíbrio perfeito entre pigmentação e transparência e dão um ligeiríssimo brilho de maçãzinha rosada às faces que não encontro em nenhum outro, além de terem cores lindas.

 De resto, a Sleek tem vários produtos interessantes com óptima relação qualidade-preço,mas se tivesse de escolher o seu porta estandarte, seria o blush de certeza. Experimentem um num tom alaranjado ou rosa claro e digam-me.

E pronto, está a recomendação feita porque eu não gosto de guardar os achados só para mim. Happy shopping!

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...